O que significa a palavra “benção”

O que significa a palavra “benção”

Antes de qualquer interpretação bíblica precisamos entender o seu contexto histórico, geográfico, linguístico, cultural e espiritual, só assim estaremos aptos em adaptar o texto ao nossos dias e consequentemente as nossas vidas.
Assim como muitas outras palavras usadas no vocabulário de muitos que frequentam à igreja, a palavra “benção” se tornou parte desse vocabulário sem uma definição exata ou até significativa. Muitas vezes, infelizmente, é usada de forma aleatória e esporádica levando a perda do seu real significado.
A melhor forma de entender uma palavra é voltar a sua raiz e saber o que deu sua origem, desse modo proponho explorar a palavra benção.
Uma das formas para determinar o significado de uma palavra precisamos examinar onde ela aparece pelo primeira vez, o que vai nos indicar seu sentido original. A palavra benção em hebraico é “barak” בָּרַךְ aparece nesse versículo de Gênesis 24:11

“E fez ajoelhar (“barak” בָּרַךְ) os camelos fora da cidade, junto a um poço de água, pela tarde, ao tempo que as moças saíam a tirar água.”
Essa mesma palavra aparece novamente em várias outras partes da bíblia mas é traduzido distintamente, exemplo:
1 – Bendize, (“barak” בָּרַךְ) ó minha alma, ao SENHOR! SENHOR Deus meu, tu és magnificentíssimo; estás vestido de glória e de majestade.
Salmos 104:1
2 – O Senhor te abençoe (“barak” בָּרַךְ) e te guarde;
Números 6:24

Aparentemente as palavras “ajoelhar”, “bendize” e “abençõe” não tem muito haver uma com a outra a não ser que olharmos para seu sentido original. O hebraico diferentemente do grego é uma lingua de ação (verbos) e coisas, ele descreve um conceito originado de uma ação. Nesse caso a palavra “barak” se origina do ato do camelo se ajoelhar perante o seu mestre para que a carga, mantimentos, presentes etc.. pudessem ser carregados/descarregados. Naturalmente o camelo abaixa sua parte dianteira mas mantem a cabeça erguida fixada no mestre, esse ato indica submissão e respeito.
Assim a mesma palavra é usada pelos tradutores da bíblia nos Salmos 104:1 e Números 6:24, o entendimento é que quando “bendizemos” ao Senhor estamos na verdade nos curvando perante ele em reconhecimento e adoração pela Sua grandeza, até aqui é bem compreensivo.
O que não é claramente compreensivo é que em Números 6:24, bênção sacerdotal, diz o seguinte: “O Senhor te abençoe (“barak” בָּרַךְ) e te guarde”. O que? O sacerdote está pedindo ao Rei de todo o universo para se prostrar perante mim e me abençoar? Isso é quase impossível para concebermos, mas é o que a palavra parece indicar. D-us ao lhe abençoar, ele está de certa forma ouvindo o teu pedido, e quem somos nós para que ele se importe conosco? Ele ao se importar conosco, o Rei supremo de todo o universo, está se diminuindo “humilhando” perante nossas prece. Foi assim que Jesus fez com os seus discípulos ao lavar seus pés. Nenhum outro deus faria isso pelo homem, geralmente os outros deus exigem que você primeiro faça algo para depois lhe ajudar, nunca lhe “abençoa/ajoelha” perante você, é uma especie de troca. Só o D-us da bíblia é tão grande que é capaz de se importar com o homem e ouvir sua oração.
No Salmos 104:1 Bendize, (“barak” בָּרַךְ) ó minha alma, ao SENHOR! SENHOR Deus meu, tu és magnificentíssimo; estás vestido de glória e de majestade. O salmista claramente bendiz ao Senhor pelas maravilhas e benções recebidas Dele. É comum vermos pessoas orarem, especialmente antes das refeições dessa forma: “Senhor.. abençoe a comida…” essa frase não faz nenhum sentido apesar de sua boa intenção e sinceridade. A comida já é a benção dada pelo Senhor como forma de provisão e amor por nós, Ele não pode abençoar algo que já está abençoado. A maneira correta de orar seria: “Senhor abençoamos o teu nome pela comida…” em reconhecimento a benção dada e sua soberania, uma forma de gratidão.
Na próxima vez que desejar que alguém seja abençoado ou pedir uma benção para a sua vida, lembre-se que você estará pedindo algo extraordinário que nenhum outro D-us fará, se humilhar e responder a sua prece.

Autor: A De Assis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.