Tenha um bom ano.

Já percebeu que os judeus tradicionalmente não desejam uns aos outros “feliz ano novo”?

Ao invéz dizem a frase hebraica “shanah tovath”, que apesar da tradução equivocada que aparece em quase todos os cartões de felicitações não tem nenhuma ligação com a expressão “feliz ano novo.”

Shanah Tovah transmite a esperança de um bom ano, ao invéz de um “feliz ano” e  a razão para essa distinção tem grande significado.

Em janeiro passado, a revista “Atlantic Monthly” trouxe um fascinante artigo intitulado “Há mais razões na vida do que simplesmente ser feliz. ”O autor, Emily Esfahani Smith, aponta como pesquisadores estão começando a adverter contra a busca simplesmente da felicidade. Eles descobriram que uma vida com propósito é melhor do que uma vida feliz em muitos aspectos. Os psicólogos descobriram que aqueles que esperam sempre “receber da vida” estão buscando “uma vida feliz” enquanto aqueles que estão dispostos a “dar na vida” estão buscando uma vida com propósito.

“A felicidade” sem propósito é caracterizada por uma vida superficial e relativa onde as coisas vão bem, necessidades e desejos são facilmente satisfeitos, difícildades ou tribulações são evitadas. As pessoas felizes obtem alegria em receber, enquanto as pessoas com propósito obtem alegria em dar aos outros, escreve o autor.

Kathleen Vohs, autora de um novo estudo a ser publicado este ano na revista “The Journal of Positive Psychology” diz: “Pessoas que buscam a felicidade obtem alegria ao receber benefícios de outras pessoas, enquanto as pessoas que buscam um propósito obtem alegria em compartilhar com outros”. Em outras palavras, a vida com propósito transcede o eu, enquanto a felicidade é concentrada na satisfação do eu.

Segundo o pesquisador Roy Baumeister, “O que diferência os seres humanos dos animais não é a busca da felicidade, isso ocorre na ordem natural do mundo animal, mas a busca do propósito é exclusivo aos seres humanos.”

Muito antes desses estudos, os judeus de alguma forma intuitiva entenderam isso. Felicidade é algo bom mas propósito é ainda melhor.

Desejar “um feliz ano novo” é reinforçar uma cultura hedonista cujo objetivo maior é o de “satisfazer o ego”, buscar “um bom ano” porém é reconhecer a superioridade do propósito sobre a alegria momentânea.

A palavra “bom” tem um significado especial na Torá, a primeira vez que encontramos essa palavra ela é associada simultanemente a cada dia da criação, Adonai vê a sua obra e proclama “isso é bom”, mas quando Adonai terminou todo o seu trabalho, Ele observou e disse: “e eis que tudo é muito bom”.

O que isso quer dizer? De que forma o mundo era bom? Certamente não era em nenhum sentido moral o que estava sendo mencionado, os comentaristas oferecem uma visão profunda, a palavra “boa-bom” indica que cada parte da criação cumpriu o propósito de D-us, foi bom porque era o que Ele tinha destinado a ser.

Esse é o significado mais profundo da palavra “bom”, quando ele é aplicado, atingimos nosso objetivo maior; nossa vida é boa quando vivemos a medida que fomos destinados a ser.

Podemos dizer que há muitas pessoas que levam uma vida boa apesar de passarem por muitas aflições e enfrentarem muitas dificuldades e experiências infelizes. Na verdade,  grandes indivíduos que escolheram vidas de sacrifício ao invés do prazer momentâneo deixaram um legado de inspiração e realização que nunca poderia ter sido realizado se estivessem preocupados com sua satisfação pessoal.

Shanah Tovah – “um bom ano”, na perspectiva espiritual é muito mais abençoado do que um simples “um ano feliz”.

Propósito Leva à Felicidade

Shanah Tovah provavelmente não enfatiza a felicidade, no entanto é a maneira mais correta de alcançar a felicidade em última análise, outra poderosa idéia descoberta por psicólogos contemporâneos é que a felicidade na maioria das vezes é o subproduto de uma vida com propósito. É justamente quando não buscamos a mesma e estamos dispostos a buscar ideais mais nobres como objetivo de vida que a encontramos inesperadamente, aterrissando numa vida completa e repleta de felicidade verdadeira.

Você pode pensar que a aquisição cada vez mais de dinheiro faria as pessoas mais felizes mas há milhões de pessoas dispostas a testemunhar suas experiências pessoais que simplesmente não é assim. Mas se o acumulo de dinheiro não satisfaz nossa sede de propósito, o que então? Os cientistas sociais chegaram a uma conclusão importante, ter dinheiro não conduz automaticamente à felicidade, mas compartilha-lo quase sempre alcança esse objetivo!

Propósito é o nosso objetivo final, em nossa busca de uma vida “boa”; então Shanah Tovah, você pode ter um ano repleto de significado e propósito e a felicidade inevitavelmente irá te seguir.

Shanah tovah a todos.

Parcialmente traduzido por: Adivalter Sfalsin

Texto original:

http://www.aish.com/jw/s/Jews-Dont-Say-Happy-New-Year.html?s=feat

2 pensamentos sobre “Tenha um bom ano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.